Entrevistas

Compreender a biologia do linfoma difuso de grandes células B (LDGCB)
Prof. Doutor Andrew Davies
26 Abr. 2019

Refractory LDGCB – beyond anti-CD20” foi uma das sessões da 10.ª edição da AHS Review, promovida pela Roche. A sessão, moderada pelo Dr. José Mário Mariz do IPO-Porto, contou com a participação do Prof. Doutor Andrew Davies, da Universidade de Southampton, Reino Unido, que explicou as descobertas biológicas recentes a nível do LDGCB. O evento decorreu durante os dias 22 e 23 de fevereiro, no Pólo de Carcavelos da Universidade Nova.

 

Transplantação hematopoiética alogénica: 30 anos de trabalho e muitos avanços
Prof. Doutor Manuel Abecassis
26 Abr. 2019

A comunicação "Transplantação Hematopoiética Alogénica Revisitada aos 30 anos", que o Prof. Doutor Manuel Abecassis apresentou na 20.ª Reunião Anual da Sociedade de Hematologia, e que foi destinguida com uma menção honrosa, deu o mote a uma entrevista, na qual o especialista, pioneiro no transplante de medula óssea em Portugal e diretor do Serviço de Transplantação de Progenitores Hematopoiéticos (UTM) do IPO de Lisboa, destacou os avanços nesta área, confirmados pela redução consistente da toxicidade associada ao transplante.

 

Tratamento da hemofilia A grave: quando ponderar uma mudança na terapêutica adequada
Dr.ª Manuela Carvalho
16 Abr. 2019

A extensão da aprovação, pela Comissão Europeia, do uso do emicizumab para profilaxia em doentes com hemofilia A sem inibidores do fator VIII (FVIII), por reduzir significativamente as hemorragias tratadas em relação à profilaxia prévia com FVIII, numa comparação prospetiva intra-doente, introduziu mais uma opção terapêutica para esta doença. O My Hematologia entrevistou a Dr.ª Manuela Carvalho, coordenadora do Centro de Referência na Área das Coagulopatias Congénitas do Centro Hospitalar Universitário de São João, para compreender o impacto desta autorização no paradigma de tratamento destes doentes.

 

Mente brilhante: interno de Hematologia premiado para investigar a leucemia mieloide aguda
Prof. Doutor Delfim Duarte
15 Abr. 2019

Jovem promessa da investigação em Portugal, o Prof. Doutor Delfim Duarte, interno de Hematologia, doutorado, investigador e docente universitário, foi recentemente distinguido pela Sociedade Europeia de Hematologia e pela Fundação Amélia de Mello, com prémios de 160 mil euros e de 50 mil, respetivamente. Ambos os financiamentos têm como ponto comum apoiar o estudo da interação entre as células da leucemia mieloide aguda e as do microambiente na medula óssea. O My Hematologia entrevistou o jovem médico para conhecer o seu percurso profissional, as suas motivações e os objetivos de cada projeto vencedor.

 

Neoplasias mieloproliferativas: clinical overview
Dr. José Pedro Carda
01 Abr. 2019

Por ocasião do Diagnostic Masterclass, um evento promovido pela Novartis no dia 30 de março, que contou com o apoio científico da Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH) e da Sociedade Portuguesa de Anatomia Patológica (SPAP), decorreu uma palestra, proferida pelo Dr. José Pedro Carda, subordinada ao tema “Neoplasias Mieloproliferativas: clinical overview”. No final desta sessão, o hematologista do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e secretário-geral da SPH resumiu, ao My Hematologia, os principais tópicos da sua apresentação. Assista ao vídeo.

Benefícios de BV no tratamento dos linfomas de Hodgkin
Prof. Doutor Ramón García-Sanz, Hospital Universitário de Salamanca
14 Mar. 2019

“Optimizing treatment sequencing in HL. How can salvage regimens be optimized? When should consolidation be considered” foi o tema da palestra que ficou a cargo do Prof. Doutor Ramón García-Sanz (Hospital Universitário de Salamanca), no âmbito do simpósio promovido pela Takeda, inserido no programa do dia 15 de novembro da Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH). Este especialista apontou, em vídeo, as principais conclusões dos últimos trabalhos que avaliaram a eficácia e segurança de BV, enquanto estratégia de consolidação no Linfoma de Hodgkin, após TACE (transplante autólogo de células estaminais).

 

Abertas as candidaturas à “Bolsa Neoplasias B Células Maduras” que visa “estimular a investigação” em instituições nacionais
Prof. Doutor Manuel Abecassis
18 Fev. 2019

Estão abertas, até ao próximo dia 15 de março, as candidaturas à “Bolsa Neoplasias B Células Maduras”, uma iniciativa conjunta da Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) e da Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH), com o apoio da biofarmacêutica Gilead Sciences. Como principal objetivo, o projeto via “estimular a investigação por cientistas que trabalhem em instituições nacionais”, permitindo “manter o interesse e a vitalidade da investigação” na área. Assista ao vídeo da entrevista do Prof. Doutor Manuel Abecassis ao My Hematologia.

 

Novas abordagens de tratamento dos linfomas cutâneos de células T
Prof. Doutor Tim Illidge, Christie Hospital NHS Foundation Trust
18 Fev. 2019

O Prof. Doutor Tim Illidge (Christie Hospital NHS Foundation Trust) foi um dos oradores do simpósio promovido pela Takeda, durante a 20.ª edição da Reunião Anual da SPH. O especialista resumiu, em vídeo, as principais mensagens da sua comunicação, que incidiu sobre o uso de brentuximab vedotina (conjugado anticorpo-fármaco constituído por um anticorpo monoclonal direcionado para a proteína CD30) no tratamento dos linfomas periféricos de células T (PTCL) e linfomas cutâneos de células T (CTCL).

 

Consórcio Europeu de Hemofilia em parceria com a EAHAD em prol das pessoas com hemofilia
Miguel Crato, Associação Portuguesa de Hemofilia
09 Fev. 2019

O Dr. Miguel Crato marcou presença no congresso da EAHAD na qualidade de representante do Consórcio Europeu de Hemofilia, que trabalha em estreita parceira com esta associação europeia para estabelecimento de recomendações dirigidas à melhoria do tratamento e cuidados assistenciais às pessoas com hemofilia. Assista ao vídeo.

EAHAD 2019 apresenta opções consolidadas à terapêutica substitutiva
Dr. Bruno Freitas, Hospital Dr. Nélio Mendonça, Funchal
09 Fev. 2019

Presença assídua no congresso da EAHAD, o Dr. Bruno Freitas faz a sua apreciação desta reunião, considerando o evento como “fundamental” para a atualização de conhecimentos. Na reta final, considera-se “satisfeito e feliz” com as novidades apresentadas, tanto ao nível de agentes terapêuticos inovadores e novos dados sobre a terapia génica, como por se estar perante “uma mudança de paradigma no tratamento”. Assista ao vídeo.

Newsletter

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

Opinião

Transplantação de medula óssea e infeção por citomegalovírus
Prof. Doutor Manuel Abecasis, diretor do Departamento de Hematologia do IPO de Lisboa

PUB