Atualidade

RQ-PCR ou citometria de fluxo? Qual o método ideal para a quantificação de DRM nos doentes pediátricos com LLA?

20 Nov. 2020

A 19 de novembro de 2020, na sessão das comunicações orais, a Dr.ª Teresa Ribeiro, interna do IPO do Porto, apresentou o estudo que comparou o valor preditivo da determinação da doença residual mensurável por RQ-PCR e CF no outcome dos doentes pediátricos.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Hematologia e Oncologia, 27, setembro 2019

Agenda

Agenda News Farma

Opinião

Transplantação de medula óssea e infeção por citomegalovírus
Prof. Doutor Manuel Abecasis, diretor do Departamento de Hematologia do IPO de Lisboa

PUB

Logo