Atualidade

Aprovado medicamento gilteritinib como monoterapia em doentes com LMA com mutação FLT3, recidivante ou refratária à terapêutica

25 Nov. 2019

A Astellas Pharma anunciou que a Comissão Europeia (CE) aprovou a terapêutica oral gilteritinib numa toma única diária, em monoterapia para o tratamento de doentes adultos com leucemia mieloide aguda (LMA) com mutação FLT3 (FLT3mut +), recidivante ou refratária à terapêutica. Gilteritinib tem o potencial de melhorar os resultados em doentes com LMA com as duas formas de mutação mais comuns – duplicação interna in tandem (ITD) do FLT3 e mutação no domínio da tirosina quinase (TKD) do FLT3.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Hematologia e Oncologia, 27, setembro 2019

Opinião

Transplantação de medula óssea e infeção por citomegalovírus
Prof. Doutor Manuel Abecasis, diretor do Departamento de Hematologia do IPO de Lisboa

PUB