Atualidade

Parecer positivo do CHMP para gilteritinib como monoterapia na leucemia mieloide aguda com mutação FLT3, recidivante ou refratária

14 Out. 2019

A terapêutica oral, numa toma única diária, de gilteritinib, da Astellas Farma, acaba de receber parecer positivo do Comitê de Medicamentos para Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) no tratamento de doentes adultos com leucemia mieloide aguda (LMA) com mutação FLT3 (FLT3mut +), recidivante ou refratária à terapêutica. Se aprovado pela Comissão Europeia, gilteritinib representará um dos poucos avanços na Europa, no tratamento da leucemia mieloide aguda nos últimos 40 anos.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Hematologia e Oncologia, 27, setembro 2019

Opinião

Transplantação de medula óssea e infeção por citomegalovírus
Prof. Doutor Manuel Abecasis, diretor do Departamento de Hematologia do IPO de Lisboa

PUB