Atualidade

01 Ago. 2022

Cerca de cinco mililitros de sangue apenas podem ser a solução para um problema mundial (e nacional) de deteção tardia do cancro de mama, que contribui para o aumento do número de óbitos pela doença. O estudo desenvolvido no Reino Unido é descrito como um divisor de águas

01 Ago. 2022

A perda mosaico do cromossoma Y em leucócitos (mLOY) está associada ao aumento do risco de mortalidade e doenças relacionadas com a idade nos homens, mas as relações causais ainda não haviam sido estabelecidas. No presente estudo ratos do sexo masculino com células da medula óssea sem o cromossoma Y apresentaram um aumento da mortalidade e patologias pró-fibróticas relacionadas com a idade, incluindo a redução da função cardíaca.

19 Jul. 2022

Na sessão “Aging and Hematology: Real-world evidence of CAR T-cell therapy in older adults in Europe”, inserida no programa do dia 10 de junho do Congresso da EHA2022, foram partilhadas as experiências de utilização de células T CAR em indivíduos idosos no Reino Unido, Alemanha e Espanha.

18 Jul. 2022

No âmbito do processo de acreditação do Centro de Hemodiálise de Valongo do Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ), cujo início de atividade ocorreu há pouco mais de um ano, foi avaliada a satisfação dos doentes e dos profissionais, acerca das condições proporcionadas por esta unidade, através da aplicação de questionários.

15 Jul. 2022

“How can we help haematological patients who are still at risk of COVID-19?” foi o título de um simpósio, dinamizado pela AstraZeneca, que decorreu no dia 9 de junho, no Congresso da European Hematology Association (EHA). Os doentes com patologias hemato-oncológicas, conforme demonstra a evidência, têm um risco acrescido de mortalidade associada à COVID-19, sendo por isso prioritários quando se fala de profilaxia e tratamento desta doença. Ao longo desta sessão, três especialistas debateram a mais recente inovação nas estratégias profiláticas e terapêuticas que podem minimizar o impacto da infeção por SARS-CoV-2 nestes doentes.

15 Jul. 2022

“Changing Paradigms in the Treatment of Acute Myeloid Leukemia in Patients Ineligible for Intensive Chemotherapy” foi o título de um simpósio, dinamizado pela AbbVie no dia 9 de junho, por ocasião do Congresso da European Hematology Association (EHA22), que decorreu, este ano, num formato híbrido. Com o propósito de dar a conhecer as mais recentes novidades terapêuticas na área da leucemia mieloide aguda (LMA), este simpósio, de acordo com as palavras da moderadora Dr.ª Gail Roboz, que é diretora do Clinical and Translational Leukemia Program no Weill Medical College da Cornell University, em Nova Iorque, procurou “olhar para as futuras possibilidades de tratamento da LMA”. O Prof. Doutor Charles Craddock, que partilhou a moderação da sessão com a Dr.ª Gail Roboz, reconhece que “as terapêuticas-alvo são a consequência de um enorme investimento realizado nos últimos 70 anos”.

15 Jul. 2022

O ensaio clínico randomizado GAIA/CCL13, de fase 3, apresentou a análise interina da sobrevivência livre de progressão dos quatro braços que constituem este estudo randomizado: quimio-imunoterapia; venetoclax-rituximab; venetoclax-obinutuzumab; e venetoclax-obinutuzumab-ibrutinib. O estudo atingiu os dois endpoints co-primários, isto é, a taxa de doença residual mínima não detetável e a sobrevivência livre de progressão foram superiores para os braços venetoclax-obinutuzumab±ibrutinib em comparação com o braço de quimio-imunoterapia. Os resultados do estudo (LB2365) foram apresentados a 12 de junho, no congresso da EHA 2022.

15 Jul. 2022

Com base no conhecimento de que os doentes com leucemia linfocítica crónica (LLC) com del(17p) e/ou TP53 mutado têm um mau prognóstico, foi desenhado um ensaio clínico de fase 2 – M13-982 (NCT01889186) – em que se avaliou a eficácia e a segurança da administração continuada de venetoclax em doentes com LLC e com del(17p). No congresso EHA 2022, o Prof. Doutor John Seymour apresentou os resultados do estudo (apresentação S146), onde se verificou que, com um seguimento mediano de 70 meses, 49% dos doentes estavam vivos e 16% continuavam a ser tratados com venetoclax. A mPFS e a mOS foi de 28,2 e 62,5 meses, respetivamente.

05 Jul. 2022

No Congresso da EHA 2022, o Prof. Doutor Franco Locatelli, da Sapienza, Universidade de Roma, apresentou os resultados dos ensaios clínicos CLIMB THAL-111 e CLIMB SCD-121, em que se infundiram células estaminais e progenitoras hematopoéticas autólogas com o locus BCL11A editado pela técnica CRISPR-Cas9, em doentes com β-talassemia dependente de transfusões e com anemia falciforme, respetivamente. A terapia aparenta ter potencial curativo.

05 Jul. 2022

A Kite, uma empresa Gilead, anunciou que a Comissão Europeia (CE) aprovou axicabtagene ciloleucel, uma das suas terapias celulares CAR T, para o tratamento de doentes adultos com linfoma folicular (LF) recidivante ou refratário, após três ou mais linhas de terapia sistémica. O axicabtagene ciloleucel mantém a designação de medicamento órfão nesta indicação.

Newsletter

Agenda

Agenda News Farma

Hematologia e Oncologia, 27, setembro 2019

Opinião

Transplantação de medula óssea e infeção por citomegalovírus
Prof. Doutor Manuel Abecasis, diretor do Departamento de Hematologia do IPO de Lisboa

PUB

Apoios

AbbVieAMGENBayerCSL BehringGileadJanssen

 

NovartisPfizerRocheSanofiTakeda

 

Logo