Atualidade

09 Dez. 2019

A Janssen anunciou que a Comissão Europeia (CE) aprovou a utilização de daratumumab em combinação com lenalidomida e dexametasona para o tratamento de doentes adultos com mieloma múltiplo, não tratado previamente e não elegíveis para transplante autólogo de células estaminais (ASCT). A aprovação baseia-se nos resultados do estudo de Fase 3 MAIA (MMY3008), publicado no The New England Journal of Medicine no início deste ano e apresentado na American Society of Hematology Annual Meeting (ASH) em 2018.

09 Dez. 2019

A relação entre a anemia e a doença renal em Portugal e o tratamento da mesma foi o tema de um estudo intitulado "NEFROPOR", coordenado pela Sociedade Portuguesa de Nefrologia (SPN). O trabalho foi apresentado na 2.ª edição da Reunião Anemia e Doença Renal, que decorreu no passado mês de novembro, no Hotel Villa Batalha, na Batalha, Leiria.

09 Dez. 2019

O projeto “Perto de si, pela sua Saúde!” desenvolvido pela Associação Portuguesa de Leucemias e Linfomas (APLL) acaba de receber uma bolsa no valor de 10 mil euros, atribuída pela biofarmacêutica Celgene.

25 Nov. 2019

Estão abertas as candidaturas à Bolsa “Building the future knowlegde in mature B cell malignancies”, até dia 30 de abril de 2020. Esta iniciativa tem como principal intuito apoiar um projeto centrado em neoplasias B células maduras e é organizada pela Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) e pela Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH), com apoio da biofarmacêutica Gilead Sciences.

25 Nov. 2019

O estudo EMPIRE, trabalho pioneiro realizado em todo o território continental pelo Anemia Working Group Portugal, avança que 20,4%, ou seja, um em cada cinco portugueses, são afetados por anemia em algum momento da sua vida, com 52,7% de todos os casos a serem resultado de uma deficiência de ferro.  No âmbito do Dia da Anemia, que se assinala amanhã, dia 26 de novembro, o Dr. Lino Rosado, pediatra, fala sobre a doença na camada juvenil.

25 Nov. 2019

Eftrenonacog alfa (rFIXFc) é o primeiro e único fator IX de coagulação recombinante de vida média prolongada por fusão Fc para o tratamento e prevenção da hemofilia B aprovado em Portugal. Este novo tratamento, indicado para pessoas com hemofilia B - uma doença rara hereditária, causada pela falta do fator IX de coagulação do sangue -, oferece proteção prolongada contra episódios hemorrágicos, alcançando uma vida útil prolongada do medicamento no sangue de 82,1 horas face a 33,8 horas do FIX convencional.

25 Nov. 2019

A Astellas Pharma anunciou que a Comissão Europeia (CE) aprovou a terapêutica oral gilteritinib numa toma única diária, em monoterapia para o tratamento de doentes adultos com leucemia mieloide aguda (LMA) com mutação FLT3 (FLT3mut +), recidivante ou refratária à terapêutica. Gilteritinib tem o potencial de melhorar os resultados em doentes com LMA com as duas formas de mutação mais comuns – duplicação interna in tandem (ITD) do FLT3 e mutação no domínio da tirosina quinase (TKD) do FLT3.

15 Nov. 2019

Coube ao Prof. Doutor António Almeida, hematologista do Hospital da Luz, apresentar a primeira palestra integrada na sessão educacional da Reunião Anual SPH 2019. A evolução dos objetivos de tratamento da leucemia mieloide crónica foi o tópico abordado pelo especialista. A intensa investigação e aprovação de fármacos inovadores permitem, hoje em dia, ter como objetivo, prevenir progressão e assegurar uma sobrevivência semelhante à população geral, almejando-se atingir uma cura operacional e minimizar a toxicidade do tratamento.

15 Nov. 2019

A comunidade hematológica nacional está reunida na cidade de Braga até amanhã, a participar na Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Hematologia 2019. A organização da 21.ª edição da Reunião está a cargo do Serviço de Hematologia do Hospital de Santo António - Centro Hospitalar Universitário do Porto, dirigido pelo Dr. Jorge Coutinho. Veja, nesta fotogaleria, alguns dos momentos que marcaram os primeiros dias da Reunião.

15 Nov. 2019

A Takeda anunciou que o estudo de fase III aleatorizado TOURMALINE-MM4 atingiu o seu endpoint primário de sobrevivência livre de progressão. O estudo avaliou o efeito em monoterapia do inibidor do proteassoma oral ixazomib como terapêutica de 1.ª linha em manutenção versus placebo, em doentes adultos com diagnóstico recente de mieloma múltiplo não elegíveis para transplante de células estaminais.

Newsletter

Hematologia e Oncologia, 27, setembro 2019

Opinião

Transplantação de medula óssea e infeção por citomegalovírus
Prof. Doutor Manuel Abecasis, diretor do Departamento de Hematologia do IPO de Lisboa

PUB